Que tudo demore mais um pouco,

Que ele não vá embora…

Que o ônibus já tenha passado,

Que o metrô e taxis estejam de greve,

Que ele tenha esquecido de carregar o celular,

Que agora não tenha força e nem luar,

Que a ponte para a cidade demore para ser reconstruída,

Que tenha caído uma chuvarada,

Que o sino da igreja não bata as horas,

Que o galo não anuncie o fim e o começo do dia,

Que todas as moças do tempo se calem,

Que a bateria do relógio descarregue,

Que as seis horas da Ave-Maria não chegue,

Que na terça não tenha a poesia do Pontual, no “Em Pauta”

Que a gente nem se lembre que o Jornal da Cultura começa as nove,

Que o Bonner se atrase e não tenha o Jornal Nacional,

Que o trem da onze não passe,

Que tudo que marque o tempo fique com defeito,

Pra ele não saber que já é hora,

Que o tempo se demore um tempo,

Pra que ele fique um pouco mais de tempo,

Que os deputados e senadores decretem que o agora seja pra sempre,

Que o Temer não nos faça mais nada temer,

Para que a vida continue,

Que meu amor, não possa e não queira  ir embora,

Pra que a graça da vida continue,

E que tudo fique assim parado,

Pra que a gente possa permanecer apenas, abraçados.

Veja também