Todo dia é assim, acordamos, botamos os pés no chão e basta lavar o rosto para os pensamentos que ficaram adormecidos pelo sono, florescerem com força total e aí  as preocupações, os sonhos, as decepções, mostram a cara.

Então a gente pensa, bem amanhã eu resolvo, amanhã eu telefono para aquela pessoa de quem morro de saudades, amanhã com certeza dou a primeiro passo para começar aquele trabalho chato que eu estava insistindo em empurrar com a barriga, amanhã crio coragem e vou lá e digo de vez, tudo o que eu tinha medo de dizer, amanhã eu pago aquela dívida que estava me fazendo perder o sono.

Amanhã eu compro a passagem para aquele lugar que há tempos eu queria conhecer, amanhã coloco minha roupa mais bonita, capricho no batom  vermelho, coloco o salto mais alto e parto para o abraço, sem medo de ser feliz. Sim,  hoje não,  só amanhã, sem falta.

Assim vamos nos enganando que qualquer milagre acontecerá e tudo será resolvido.

Os homens fazem a barba, encolhem a barriga e dizem para o espelho “Eu sou o cara “e seguem em frente, desejando que naquele dia eles conquistem  todas, que o patrão lhes dê um bom aumento, ou quem sabe,  que ganhem na loteria e aí será  só alegria.

É  como disse John Lennon, “a vida é o que acontece para você,  enquanto,  você está ocupado fazendo outros planos”  você nem percebe e  o tempo vai passando.

De repente,  já é sexta feira e aí,  sim é dia de happy hour.

Sábado a gente desliga o despertador, dorme até acordar e domingo então , é dia da felicidade

Acontece que a vida não é um bolo de chocolate, a gente não pode comer brigadeiro e quindim sempre e nem tomar champanhe todos os dias, a segunda chega com a eterna cara carrancuda e não temos como fugir,  vamos que aturar.

Quando a gente menos espera e deseja,  os anos passam, os primeiros fios brancos, para horror das mulheres aparecem, os cabelos abandonam a cabeça dos homens,  para seu desespero, a experiência aumenta e o charme vai acabando.

Mas que nada,  tudo isso é bobagem. Nosso chape verdadeiro foi aos poucos sendo esculpido por nossas ações assertivas, pelos esforços em sermos cada dia melhor, pelo respeito com que tratamos quem esbarra conosco pelos caminhos no corre corre dos dias,  pela força em se levantar de novo e todas outras  vezes,  quando ficamos sem chão,  por causa dos acontecimentos desagradáveis,   que  não esperávamos e jamais desejávamos e que  nos põe`a prova.

Porém,  errando e acertando vamos em frente,  até  que chega o dia tão temido, o dia de se passar a régua.

E agora, José? Acabou a festa.

Não haverá mais tempo para  refazer nada, tudo estará definitivamente feito, nunca mais teremos outra chance.

Aí é sentar e chorar, pois nessa hora talvez bata o desconsolo de nunca ter parado com tudo o que a gente estava fazendo,  para dizer eu te amo, eu  peço desculpas, vem aqui eu quero te abraçar mais e mais.

Por isto eu, que sou uma boba incorrigível, vou ousar te dar um conselho e também juro,  vou tentar pôr em prática:

Vamos ser felizes agora, não vamos mais deixar para depois.

Ah!  e ainda vamos aprender a perdoar, para que a alma fique leve na partida.

E  enquanto tudo  ainda não chegou ao fim,  que  por todas nossas promessas,  de a cada dia ser mais gente e nos empenhar nisso de coração, vamos torcer para  que  só o melhor  aconteça , que a gente fique firme para superar os dissabores e finalmente,  se não for pedir demais que os anjos digam: Amém !

 

Veja também